sexta-feira, 5 de junho de 2009

Dia Mundial do Ambiente

5 de Junho é o Dia Mundial do Ambiente.
Convido a todos a uma reflexão acerca das nossas atitudes diárias que directa ou indirectamente afectam o nosso lar comum, a Terra, e que façam por introduzir alterações a estas atitudes, ganhando mais consciência sobre as consequências de cada um dos nossos actos, alertando a outros, e fazendo, senão por preservar, mas pelo menos para não contribuir ainda mais para o prejuízo do ambiente. Urge agir.
Esta data fica também marcada pela estreia do filme "Home - O mundo é a nossa casa", realizado por Yann Arthus-Bertrand, co-produzido pela EuropaCorp, a sociedade produtora de Luc Besson e Elzévir Films, com o apoio do grupo PPR. Trata-se de um documentário que revela as consequências directas do aquecimento global e que está a ser difundido simultaneamente em mais de 100 países, através dos mais variados canais: cinema, televisão, DVD e Internet.


Yellowstone Australia (Queensland)
Photobucket Photobucket
Photobucket USA Utah



"Home" é uma longa-metragem composta por imagens aéreas, filmadas em mais de 50 países. O objectivo é contribuir para uma tomada de consciência, sobre a nossa responsabilidade na protecção do planeta e dos seus habitantes. Para este efeito, ao longo do filme, uma locução propõe um regresso construtivo às grandes questões ambientais e sociais do nosso mundo. A estreia do filme será feita a nível mundial em simultâneo, no dia 5 de Junho, Dia Mundial do Ambiente, em todos os ecrãs de cinema, televisão, DVD e Internet, de forma a abranger o maior leque de público possível. Todos os benefícios do filme e da sua produção revertem para a associação GoodPlanet*.
Poderão assistir ao filme, de forma gratuita em: http://www.home-2009.com/ ou http://www.youtube.com/homeproject.
*GoodPlanet, associação sem fins lucrativos para a sensibilização e educação nas questões ambientais, fundada por Yann Arthus-Bertrand. Mais informações em www.goodplanet.org

3 comentários:

Azoth disse...

Um bem haja, Caríssima Phtah.

Um Tema de veras muitíssimo interessante aquele que aqui colocas.
Urge a necessidade de o homem mudar a sua visão para com a natureza. Hoje em dia, o Homem mais parece um parasita para com a natureza quando seria de esperar que ele tivesse para com esta Senhora, o papel que o artista tem para com uma pedra em bruto, da qual após muito tempo, amor e trato esculpe uma bela obra de arte.

Deixo aqui as palavras de um Chefe Índio

"Quando a última árvore cair, derrubada; quando o último rio for envenenado; quando o último peixe for pescado, só então nos daremos conta de que o dinheiro não se come".

Sandra S. disse...

Filmes, documentários e programas de consciencialização são e serão sempre importantes. O que falta é as pessoas tomarem consciência e mudarem de uma vez por todas certas atitudes que insistem em permanecer com o passar das décadas.

:)
beijinhos

Phtah disse...

Muito obrigada aos dois, Azoth e Sandra S. pelo vosso comentário. De facto, o Homem na sua generalidade comporta-se como um verdadeiro vírus sobre a Terra. Que busca a sua sobrevivência à custa do consumo dos recursos até à exaustão, altura em que move-se para outra àrea e faz o mesmo outra e outra vez. Estamos a adoecer a Terra dia após dia. Aqueles que já têm uma consciência desperta e informada, falta-lhes agir. Nas suas casas, nos grupos de ecologia, alertando a outros por todos os meios possíveis, e educando as nossas crianças para que no futuro sejam bem melhores do que nós. Na realidade, todos os dias deveriam ser o Dia do Ambiente, só se marcam dias no calendário quando a preocupação com o sentido do mesmo já jaz adormecido no coração das pessoas, precisando assim de ser relembrado...
Beijinhos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...